Orientação para trabalharmos nesse blog

A ideia deste blog é trabalhar coletivamente nos recursos e pedidos de anulações. Portanto, cada postagem estará tratando de uma disciplina especifica. Colaborem com dicas e argumentos, não se esquecendo de dizer a qual questão você se refere. Observe se a questão que estas falando esta exatamente na disciplina a que a postagem se refere.
Se não tiver postagem ainda da disciplina que queres debater, nos mande um e-mail que logo postaremos (anamadruguinha@gmail.com). Observem com atenção como os recursos tem que ser feito e até qual data devem ser encaminhados (dicas na coluna abaixo). ATENÇÃO!!! Poste só dicas e sugestões, e se possível, deixe seu contato.
Boa sorte para tod@s. Força!!! Venceremos!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Prova de Conhecimento da Área 1 (Linguagem e suas tecnologias)  - Questões de 36 a 50

38 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Luiza, a proposta deste blog é que divulguem aqui as idéias para que todos que queiram fiquem sabendo sobre argumentos para os recursos. Se tratarem por e-mail apenas, pode limitar a socialização. Pedimos que além de perguntar quem tenha idéias, que as pessoas ponham o que já pensou... Impossível não ter pensado em nada se já pretende por recurso. Vamos, lá! Todo mundo se esforçando em construir os argumentos!!! Quanto mais gente pensando, mais brechas conseguirão detectar de errado nas provas. Ok? Boa sorte colega! bjs, Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. pessoal... precisamos pensar o que está errado nas questões, e se pensarmos juntos, fica mais facil elaborar um recurso mais solido!

    e lembrem-se, o recurso deve ser feito de maneira clara, mostrando o problema da questão de modo argumentativo.

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo! eu pensei nas questões 43 e 45, acredito que na primeira tanto a letra A como letra B poderiam estar corretas(de acordo com o trecho citado) e na segunda também letra A e B. o que vcs pensam sobre isso

      Excluir
    2. Rita,

      Perfeita tua colocação em relação a questão 43. Concordo que a alternativa "a" e "b" podem ser as respostas. Na verdade, uma acaba complementando a outra, pois assim como a escola deve proporcionar condições para que os estudantes desenvolvam suas capacidades (alternativa "B" correta), a escola também deve ser um ambiente que possibilite desenvolvendo a independencia do aluno. De acordo com os PCNs os aluno deve ser capaz de compreender a cidadania como participação social e politica, assim como exercicio de direito e deveres politicos civis e sociais adotando no dia a dia atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio as injustiças respeitando o outro e exigindo para si mesmo o respeito. Outra capacidade que o aluno deve ter também é utilizar as diferentes linguagens verbal, matemática, gráfica e corporal como meio para produzir, expressar e comunicar suas idéias, interpretar e usufruir das produções culturais em contextos públicos e privados, atendendo as diferentes intenções e situações de comunicação. Esta parte fora extraida dos PCNs, mais um motivo que acho que ambas alternativas poderiam ser respondidas.

      Excluir
    3. Carol,

      Vou tentar aprofundá-la mais um pouquinho, acho que esse é o caminho causa ambiguidade na resposta. Vou ver o que consigo fazer e coloco aqui para tu dares uma olhada.

      Excluir
    4. Oi Rita,
      Muito obrigada pela tua contribuição! Vou dar mais uma lida também para ver se deixo bem eloquente. Acho que este é o caminho. Temos que tentar de todas formas possíveis! Estou analisando as outras questões para ver se é possível recurso. Um grande abraço

      Excluir
  4. Olá, pessoal!

    Preciso de uma questão de conhecimentos da área, e vou entrar com recurso na questão 44. Acho que esta questão, conseguiremos reverter! Vamos no unir. Meu e-mail é emilidalpiaz@ig.com.br
    Abraço,
    Êmili Dalpiaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Êmili, a proposta deste blog é que divulguem AQUI as idéias para que todos que queiram fiquem sabendo sobre argumentos para os recursos. Se tratarem por e-mail apenas, pode limitar a socialização. Pedimos que além de perguntar quem tenha idéias, que as pessoas ponham o que já pensou... Impossível não ter pensado em nada se já pretende por recurso. Vamos, lá! Todo mundo se esforçando em construir os argumentos!!! Quanto mais gente pensando, mais brechas conseguirão detectar de errado nas provas. Ok? Boa sorte colega! bjs, Ana

      Excluir
    2. Olá colega, podemos ver sim essa questão... tb estou apenas por uma questão e essa pode mesmo ser passível de discussão... o q vc pensa???
      Sandra

      Excluir
  5. Queridos colegas,

    Referente a questão 36
    A alternativa correta é "a" (apenas I), porém acredito que a a alternativa "b" (apenas a I e a II) também esteja correta. Consultei a Resolução CNE/CEB nº02/98 na qual diz que as escolas devem explicitar em suas propostas curriculares, processos de ensino voltados para as relações com sua comunidade local, regional e planetária, visando a interação entre a educação fundamental e a vida cidadã.Os alunos ao aprenderem os conhecimentos e valores da base nacional comum e da parte diversificada, estarão também constituindo sua identidade como cidadãos capazes de serem protagonistas de ações responsáveis solidarias e autonomas em relação a si próprios, as suas famílias e às comunidades. Diante desta explicação acredito que a alternativa II onde diz que as escolas devem considerar o que há de mais comum na comunidade escolar, de modo a valorizar e refletir essa unidade identitária nos processos de aprendizagem está correta pois estes processos fazem parte da identidade dos alunos como cidadãos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tens o recurso pronto da 36 Carol? concordo contigo, está bem claro nos pcns que as escolas devem valorizar a identidade do ambiente escolar nos processos de aprendizagem! seria só citar o trecho da resolução para argumentar? Me diz se tu vais enviar esse recurso? Agradecida gilmara!!!

      Excluir
    2. Já tens o recurso pronto da 36 Carol? concordo contigo, está bem claro nos pcns que as escolas devem valorizar a identidade do ambiente escolar nos processos de aprendizagem! seria só citar o trecho da resolução para argumentar? Me diz se tu vais enviar esse recurso? Agradecida gilmara!!!

      Excluir
    3. Carol, foi justamente essa alternativa que eu marquei letra C, cuidado que tu argumentou com a letra b que não é a alternativa correta de acordo com a tua fundamentação.

      Excluir
    4. Eu tb concordo com a colega sobre a questao... Se precisarem de ajuda pra formular o recurso, estou à disposição...
      Sandra

      Excluir
    5. eles anulariam a questão ou mudariam o gabarito???

      Excluir
    6. Rita,

      Tens razão,foi um equivoco. Também marquei alternativa "c". Acredito que a I e II são corretas.Obrigada

      Excluir
    7. Gilmara,
      Acho a citação importante, afinal de contas estamos embasando nossos argumentos na Resolução CNE/CEB nº02/98. O recurso propriamente ainda não esta pronto. São argumentações que compartilho para dividirmos as idéias. Cada um vai contribuindo e vai saindo argumentações bem contundentes. Acredito que segunda tenhamos boas opiniões e argumentações excelentes. O recurso tem que ser feito de maneira bem claro, com embasamento e demonstrando que mais de uma questão é passível de resposta ou que a questão possui um "determinado equívoco" em sua elaboração. Obrigada Gilmara, mais idéias poderão surgir e vamos nos falando. Um abraço

      Excluir
    8. Cristiane,
      não te preocupe é questão anulada. Quem acertou não perde nada.

      Excluir
  6. E quanto a questão 44 ainda estou refletindo sobre ela. Caso tenham alguma argumentação favor compartilhar. Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Oi povo que luta e não desiste nunca!
    Depois de ter conferido o gabarito fiquei tão chateada de não ter conseguido me classificar que não peguei mais a prova nem para ver onde havia errado....chorei ...me escabelei...não admiti que havia reprovado, pois me considero uma professora de alto nível. Fiz por merecer! Ano passado passei em três concursos municipais, em primeiro, segundo e terceiro lugar. E como moro na divisa de SC, todo ano faço uma prova de seleção para contrato nesse Estado, e sempre me classifico muito bem. Nunca fiquei sem trabalhar desde que me formei em 2008. Por isso fiquei arrasada! Senti-me uma inútil. Pensei até em mudar de profissão!
    Mas, ao passar do tempo, que todas as feridas ele cura, e apoio da família e colegas de profissão, que também estão no mesmo barco, senti-me mais confortada. Descobri nos blogs muito apoio também. Então, veio a tal lista de REPROVADOS e APROVADOS....que piada! Sem graça alguma, é claro! Ficamos na boca da mídia! Estamos sendo tachados de BURROS por tabela! Estão nos culpando até do alto índice de reprovação dos alunos! (Gostaria de saber se os pais desses alunos culpariam os professores pela reprovação de seus filhos!)
    É isso! O professor é culpado de ter cerca de 500 a 600 alunos, em média para atender semanalmente. Dando a eles suporte, incentivo, conselhos. Sendo, algumas vezes, psicólogos, médicos, pais e mães. Sem falar que temos que aplicar nossos conteúdos programáticos estabelecidos no currículo, além de usarmos metodologias bem dinâmicas para não deixar que as aulas fiquem chatas! Temos que ser artistas, mágicos e PALHAÇOS! Sim pelo salário que ganhamos!
    Estou entre os 90 e tantos por cento dos reprovados por uma simples razão, que não é mal formação! EU não tive tempo de me preparar. Pois o período que deveria estar e estudando para esse concurso, tive que trabalhar para suprir as necessidades da minha família. Pergunto: Qual professor (a) não tem outra atividade além do magistério para sobreviver? A não ser que há na família outra fonte de renda.
    Essa prova foi massacrante! Foi torturante e cansativa, sem falar nos erros! É mais fácil culpar os professores do que admitir que há erros na elaboração da prova!
    Mas somos uma classe pensante. Somos sonhadores. Acreditamos que o bem sempre vence o mal! Somos batalhadores e fazemos do nosso trabalho a realização de um sonho! O sonho de um futuro melhor, com pessoas melhores, mais felizes e que saibam buscar seus direitos sempre!
    Batam palma para nós! Porque nós somos professores e merecemos!
    Bom findi a todos e todas que estão sapecando os neurônios formulando recursos ao invés de estar VIVENDO lá fora no sol, curtindo com a família esses dias maravilhosos! Ahh! Eu me esqueci....somos professores! Isso não nos pertence! Enquanto muitos saem do trabalho para curtir o final da semana, nós continuamos nosso trabalho em casa corrigindo provas, elaborando novas atividades ......etc...etc...etc...
    Ana Célia

    ResponderExcluir
  8. Estou pensando em enviar isso, o q acham?
    Peço anulação da questão 36, uma vez que a afirmação II (As escolas devem considerar o que há de mais comum na comunidade escolar, de modo a valorizar e refletir essa unidade identitária nos processos de aprendizagem) está correta, pois afirma o que diz nos itens abaixo ( Resolução CNE/CEB 02/98):
    II - Ao definir suas propostas pedagógicas, as escolas deverão explicitar o reconhecimento da identidade pessoal de alunos, professores e outros profissionais e a identidade de cada unidade escolar e de seus respectivos sistemas de ensino.
    III - As escolas deverão reconhecer que as aprendizagens são constituídas pela interação dos processos de conhecimento com os de linguagem e os afetivos, em conseqüência das relações entre as distintas identidades dos vários participantes do contexto escolarizado; as diversas experiências de vida de alunos, professores e demais participantes do ambiente escolar, expressas através de múltiplas formas de diálogo, devem contribuir para a constituição de identidade afirmativas, persistentes e capazes de protagonizar ações autônomas e solidárias em relação a conhecimentos e valores indispensáveis à vida cidadã.

    Peço anulação da questão 39, uma vez que o nome da área é LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS, e não apenas LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS.

    Peço anulação da questão 47, uma vez que a letra B também está correta, conforme Orientações Curriculares para o Ensino Médio:
    Os atuais marcos legais para oferta do ensino médio, consubstanciados na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (nº. 9394/96), representam um divisor na construção da identidade da terceira etapa da educação básica brasileira.
    Dois aspectos merecem destaque:
    O primeiro diz respeito às finalidades atribuídas ao ensino médio: o aprimoramento do educando como ser humano, sua formação ética, desenvolvimento de sua autonomia intelectual e de seu pensamento crítico, sua preparação para o mundo do trabalho e o desenvolvimento de competências para continuar seu aprendizado. (Art. 35)
    http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_02_internet.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De acordo com o gabarito, a resposta correta seria a questão b) V V F, mas contesto, pois conforme os Parâmetros Curriculares Nacionais, a resposta deveria de ser a a) V V V , pelos seguintes motivos:
      Conforme os “Os Parâmetros Curriculares Nacionais”, terceiro e quarto ciclo: Apresentação dos temas transversais/ Secretaria da Educação Fundamental – Brasilia: Mec/SEF, 1998, ( pag. 28) “ É possível e desejável que conhecimentos apreendidos em vários momentos sejam articulados em torno de um tema em questão de modo a explicitá-lo e dar-lhe relevância. Para se entender o que é saúde e como preservá-la, é preciso ter alguns conhecimentos sobre o corpo humano, matéria da área de Ciências Naturais. É preciso também ter conhecimento sobre Meio Ambiente, uma vez que a saúde das pessoas depende da qualidade do meio em que vivem. Conhecimentos de Língua Portuguesa e Matemática também comparecem: questões de saúde são temas de debate na imprensa, informações importantes veiculadas em folhetos; a leitura e a compreensão de tabelas e dados estatísticos são essenciais na percepção da situação da saúde pública. Portanto o tema saúde tem como especificidade o fato de, além de conhecimentos inerentes a ele, nele convergirem conhecimentos de áreas distintas”, comprovando que a última questão de marcar deve ser verdadeira, pois embora os temas transversais permeiem todas as áreas, alguns desses temas pertencem a área de conhecimentos específicos.
      Outro trecho do livro “Os Parâmetros Curriculares Nacionais”, terceiro e quarto ciclo: Apresentação dos temas transversais/ Secretaria da Educação Fundamental – Brasilia: Mec/SEF, 1998, ( pag. 38 e 39 ) em A AVALIAÇÃO DO ENSINO DE VALORES diz que “ Todos os Temas Transversais trazem conteúdos que, de acordo com a proposta de transversalidade, fazem parte de ensino de área” afirmando novamente que , embora os temas transversais permeiem todas as áreas, alguns desses temas pertencem a área de conhecimentos específicas, sendo que a última opção de marcar é verdadeira e não falsa como consta no gabarito.
      Nos Parâmetros Curriculares Nacionais: apresentação dos temas transversai, ética /Secretaria de Educação Fundamental, - Brasilia: MEC/SEF, 1997, volume 8 , pag 41, diz que: “É preciso atentar para o fato de que a possibilidade de inserção dos Temas Transversais nas diferentes áreas ( Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais, História, Geografia, Arte e Educação Física) não é uniforme, uma vez que é preciso respeitar a singularidade tanto dos diferentes temas, quanto das áreas, portanto, confirmando que os temas transversais permeiem todas as áreas, alguns desses temas pertencem a área de conhecimentos específicas. Embora haja a transversalidade, há temas que de fato pertencem a áreas específicas, pois em transversalidade não se trabalham somente temas genéricos.
      Observando o texto apresentado pela questão, onde a primeira opção de marcar da questão 44 que é verdadeira, conforme o gabarito, diz que : “Deve-se considerar a transversalidade como um produtivo diálogo com outras áreas de conhecimento e entre componentes curriculares específicos de sua própria área”; Veja, esta opção é verdadeira e está de acordo com a última questão de marcar que diz que os temas transversais permeiam todas as áreas, alguns desses temas pertencem à área de conhecimentos específicos, mostrando que a última opção de marcar é verdadeira, ou seja, se a primeira opção de marcar é verdadeira, confirma o que a última diz, portanto a resposta correta seria a a) V V V.
      Assim, a partir da avaliação das ponderações apresentadas, requeiro a ANULAÇÃO da questão, por apresentar todas as questões como verdadeiras.

      Excluir
    2. QUESTÃO 36 ANULAÇÃO

      Questão 36 “Considere as afirmações abaixo a respeito das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental, de acordo com a Resolução CNE/CEB no. 02/98.” (Pág17)

      Não concordo com o resultado do gabarito que PRIMOU pela letra ( a) como sendo a certa pois,

      Segundo o CEB/ 02 de 07 de abril de 1998...

      RESOLUÇÃO CEB Nº 2, DE 7 DE ABRIL DE 1998 (1*) (**)
      Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino
      Fundamental.

      O Presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, tendo em vista o disposto no Art. 9º § 1º, alínea “c” da Lei 9.131, de 25 de novembro de 1995 e o Parecer CEB 4/98, homologado pelo Senhor Ministro da Educação e do Desporto em 27 de março de 1998, RESOLVE:
      Art. 1º A presente Resolução institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental, a serem observadas na organização curricular das unidades escolares integrantes dos diversos sistemas de ensino.
      Art. 2º Diretrizes Curriculares Nacionais são o conjunto de definições doutrinárias sobre princípios, fundamentos e procedimento da educação básica, expressas pela Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, que orientarão as escolas brasileiras dos sistemas de ensino na organização, articulação, desenvolvimento e avaliação de suas propostas pedagógicas.

      V - As escolas deverão explicitar em suas propostas curriculares processos de ensino voltados para as relações com sua comunidade local, regional e planetária, visando à interação entre a educação fundamental e a vida cidadã; os alunos, ao aprenderem os conhecimentos e valores da base nacional comum e da parte diversificada, estarão também constituindo sua identidade como cidadãos, capaz e de serem protagonistas de ações responsáveis, solidárias e autônomas em relação a si próprios, às suas famílias e às comunidades.

      VI - As escolas utilizarão a parte diversificada de suas propostas curriculares para enriquecer e complementar a base nacional comum, propiciando, de maneira específica, a introdução de projetos e atividades do interesse de suas comunidades.

      Fonte:
      RESOLUÇÃO CEB Nº 2, DE 7 DE ABRIL DE 1998

      Excluir
    3. QUESTÃO 40 ANULAÇÃO

      Referente ao Parecer CNE/CEB n° 11/2010, “O projeto político-pedagógico
      O currículo do Ensino Fundamental com 9 (nove) anos de duração exige a estruturação de um projeto educativo coerente, articulado e integrado, de acordo com os modos de ser e de se desenvolver das crianças e dos adolescentes nos diferentes contextos sociais”... “Ao empenhar-se em garantir aos alunos uma educação de qualidade, todas as atividades da escola e a sua gestão deverão estar articuladas com esse propósito” ... o mesmo documento afirma que: “Os componentes curriculares e as áreas de conhecimento, relacionados a um projeto educativo de longo prazo, como deve ser o da Educação Básica, concorrem de maneira decisiva para assegurar uma sistematização de conhecimentos imprescindível no Ensino Fundamental de 9 (nove) anos, garantindo-lhe continuidade...”. Portanto a anulação é o procedimento correto. Visando as duas alternativas como corretas as letras d e e, veja que o mesmo documento visa garantir a qualidade na educação e também oferece maior desempenho nos níveis de aprendizagem com o Ensino Fundamental de nove anos.

      Excluir
    4. QUESTÃO 42 ANULAÇÃO

      Esta questão tem duas possibilidades certas, a alternativa c e e, observa-se que tanto nos Parâmetros Curriculares Nacional na pág. 19, quanto nas Orientações Curriculares do Ensino Médio, refere-se as duas opções , ou seja está questão tem duas alternativas corretas.
      42 - É função das áreas de conhecimento, portanto também da área de Linguagens e suas Tecnologias, promover:
      c) uma prática educativa voltada para aspectos que dialoguem com questões da sociedade, da política, da economia e da cultura e que possam ser expressos pelas diferentes linguagens.

      e) situações educativas que permitam transmitir ao estudante diferentes conhecimentos relativos as diferentes linguagens, de modo a poder reproduzi-las na sociedade sempre que necessário.
      Conforme Parâmetros Curriculares Nacional para o Ensino Fundamental (pág. 19). “uma prática educativa voltada para aspectos que dialoguem com questões da sociedade, da política, da economia e da cultura e que possam ser expressos pelas diferentes linguagens, também promover situações educativas que permitam transmitir ao estudante diferentes conhecimentos relativos as diferentes linguagens, de modo a poder reproduzi-las na sociedade sempre que necessário”.
      Portanto, a questão 42 deve ser anulada por conter mais de uma opção correta.

      Excluir
    5. Oi colegas, postei alguns recursos espero ajudar...Boa Sorte

      Excluir
    6. Luiza,
      Sem palavras com tuas contribuições. Foi uma grande ajuda.Obrigada por manifestar ajuda e entrar no "espirito" do blog. Tudo de bom para ti. Grande upa!

      Excluir
    7. Luíza,

      muito obrigada, vou seguir o teu caminho. Abração e boa sorte!

      Excluir
    8. Luíza e colegas!

      ao organizarem o recurso mostrem a ambiguidade da questão, ou seja, poderia ser esta ou aquela resposta. Somente assim conseguiremos pq a BANCA NÃO vai admitir que errou, mas admitirá que a questão poderia ter duas respostas.

      Excluir
    9. o q vcs vão colocar no numero do concurso????

      Excluir
    10. Seus argumentos estão ótimos, se não anularem dá pra entrar na justiça,com base nos mesmos! é o que todos devemos fazer, não aceitar passivamente os erros de uma banca despreparada!!!

      Excluir
  9. A questão 44 tem de ser anulada!!! Já enviei meu recurso via sedex. Vamos apostar nessa questão, pois, a meu ver, é a que tem mais probabilidade de ser anulada.

    ResponderExcluir
  10. Recurso pra qustão sobre o que é possivel pergntar ao dicionário:

    A questão é digna de anulação uma vez que há dupla resposta: alternativa C e E. Assim como a função sintática (alternativa E) não é uma resposta adquirida no dicionário, devendo ser analisada na organização frasal, no contexto que a comunicação acontece, o msmo acontece com a alternativa C que afirma que é possível saber, a partir do dicionário, em qual locução a palavra em questão ocorre. Sabendo que locução é a união de duas ou mais palavras que compõe um único significado, a locução não é encontrada em um dicionário, pois ela, assim como a sintaxe, acontece no contexto. Seria até falta de lógica acreditar que um dicionário colocaria em que locução a palavra em questão acontece, senso inúmeras as condições de união de plavras transformando-se em locuções. Em relação ao que pode ser perguntado ao dicionário Pontes (2000a, p. 54) coloca que nos dicionários constam informações de natureza gramatical, semântica e pragmática relacionadas a cada palavra, como o gênero gramatical, a classe a que pertence a palavra, a regência, a formação gráfica e fônica, a etimologia, o significado, o emprego correto. Persebe-se que em nenhum momento o autor cita que é possível encontrar a locução a que pertence a palavra m um dicionário.

    PONTES, A. L. Dicionário e leitura. In: Formação continuada de professores da rede pública – 2ª fase – Português. Fortaleza: Universidade Aberta do Nordeste/Fundação Demócrito Rocha/Governo do Estado do Ceará, 2000a, p. 54-64.

    Espero ter sido útil.
    SORTE A TODOS

    ResponderExcluir
  11. Questão 43

    Diante do enunciado depreende-se que tanto a alternativa “a” como a alternativa “b” são válidas como resposta correta na questão referida, tendo em vista que ambas encontram-se de acordo com os pressupostos dos parâmetros Curriculares Nacionais, que assim afirmam:

    “Este é o sentido da autonomia como princípio didático geral proposto nos Parâmetros Curriculares Nacionais: uma opção metodológica que considera a atuação do aluno na construção de seus próprios conhecimentos, valoriza suas experiências, seus conhecimentos prévios e a interação professor-aluno e aluno-aluno, buscando essencialmente a passagem progressiva de situações em que o aluno é dirigido por outrem a situações dirigidas pelo próprio aluno.”

    O fato de que o estudante deve ser independente, autônomo, integrante próativo do processo de construção do saber (defendido tão arduamente por Paulo Freire) é tão integrante dos Parâmetros Curriculares Nacionais quanto o fato de que a educação lhe deve fornecer parâmetros para compreender a realidade e ter participação consciente e democrática na sociedade.

    Sendo assim, a escola deve ser sim um ambiente que possibilite o desenvolvimento da independência do estudante e sua conseqüente capacidade de compreensão do seu papel social, podendo expressar-se por diferentes linguagens (falada, corporal, escrita e etc), e tal fato está diretamente relacionado ao desenvolvimento de suas capacidades e aprendizado de conteúdos que lhe permitam o conhecimento de modo a exercer conscientemente suas funções sociais.

    Estando corretas as duas alternativas há que se considerar ambas no gabaritou ou proceder a anulação da presente questão, termos em que pede deferimento.

    ResponderExcluir
  12. Questão 47


    O gabarito da questão referida merece reconsideração, tendo em vista haver mais de uma alternativa correta para a resposta, in casu, alternativas “b” e “d”.

    Além das Orientações Curriculares para o Ensino Médio contemplarem as especificidades dos componentes curriculares e refletir sobre os aspectos didático-pedagógicos de acordo com a área conforme previsto na alternativa “d”, as mesmas orientações mantém, também, a importância do aprimoramento do estudante como cidadão prezando pela sua formação ética e seu pensamento crítico, com destacada ênfase em sua preparação para o mundo do trabalho (alternativa “b”).

    Nesse sentido é a previsão legal do artigo 205 da Constituição Federal:

    Art. 205 - A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

    A secretária adjunta da educação também se manifesta nesse sentido, in verbis:

    “As preocupações trazidas para as etapas da conferência sintetizam todos os debates ocorridos nos diferentes pontos da conferência, avalizam o processo de construção, apontam desafios para a secretaria e encaminham sugestões que vão contribuir para o projeto de ensino médio que os alunos merecem: uma educação que prepare os jovens para o exercício da cidadania e para a entrada no mercado de trabalho” (extraído de http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=369456)

    Ademais, segundo o próprio programa de Orientações Curriculares (http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_01_internet.pdf), vide folha 7, dois aspectos merecem destaque na terceira etapa da educação básica brasileira (Ensino Médio), quais sejam:

    “O primeiro diz respeito às finalidades atribuídas ao ensino médio: o aprimoramento do educando como ser humano, sua formação ética, desenvolvimento de sua autonomia intelectual e de seu pensamento crítico, sua preparação para o mundo do trabalho e o desenvolvimento de competências para continuar seu aprendizado (artigo 35 da LDB).
    O segundo (...).”

    E segue nas páginas 17 e 18:

    “espera-se portanto desta etapa de formação o desenvolvimento de capacidades que possibilitem ao estudante:
    I avançar em níveis mais complexos de estudo;
    II integrar-se ao mundo do trabalho, com condições para prosseguir, com autonomia, no caminho de seu aprimoramento profissional;
    III atuar, de forma ética e responsável, na sociedade, tendo em vista as diferentes dimensões da prática social.”

    Enfatizando novamente na página 29:

    “Reitera-se que essa postura é condição para confrontar o aluno com práticas de linguagem que o levem a formar-se para o mundo do trabalho e para a cidadania com respeito as diferenças no modo de agir e de fazer sentido.”

    Diante de todo o exposto, mister salientar a veracidade da alternativa “b”, pois de acordo com o entendimento apontado, tanto pela bibliografia citada, quanto pelos preceitos fundantes do país, devendo a referida questão considerar, também por correta, a alternativa “b” ou proceder a anulação da mesma., termos em que pede deferimento.

    ResponderExcluir
  13. Questão 50

    O gabarito da questão 50 deve apontar, ao contrário do exposto, como correta a questão “a”, e não a “b”, uma vez que todas as afirmativas estão corretas.

    Ora, em completa consonância com as Orientações Curriculares Nacionais a afirmativa de que o papel desempenhado pelo ensino das línguas estrangeiras tem como foco a instrumentalização e capacitação do estudante para compreender a atuar num mundo globalizado, nesse sentido é todo apontamento pedagógico constante na bibliografia citada no edital do concurso.

    A própria página 87 do programa de OCN do MEC assim prevê:

    “As orientações curriculares para Línguas Estrangeiras tem como objetivo: retomar a reflexão sobre a função educacional do ensino de Línguas Estrangeiras no ensino médio e ressaltar a importância dessas; reafirmar a relevância da noção de cidadania e discutir a prática dessa noção no ensino de Línguas Estrangeiras; discutir o problema da exclusão no ensino em face de valores “globalizantes” e o sentimento de inclusão freqüentemente aliado ao conhecimento de Línguas Estrangeiras; introduzir as teorias sobre a linguagem e as novas tecnologias (letramentos, multiletramentos, multimodalidade, hipertexto) e dar sugestões sobre a prática do ensino de Línguas Estrangeiras por meio dessas.”.

    Para tanto, merece reparo a questão aludida de modo a dispor como correta a alternativa “a” e não a “b” como apontado previamente como medida de justiça e razoabilidade, tendo em vista ser a mais adequada em relação ao entendimento moderno e aos parâmetros apontados pelo MEC através das Orientações Curriculares Nacionais, termos em que pede deferimento.

    ResponderExcluir